quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Um pedacinho das missões em Porto Alegre

Exposição permanente no Museu Júlio de Castilhos conta com imagens missioneiras em madeira
ATENÇÃO - ESTE ARTIGO NÃO DEVE SER REPRODUZIDOS SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA.

ESTE ARTIGO NÃO PODE SER REPRODUZIDO SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA.
Uma pequena parte da história das missões jesuíticas na América do Sul pode ser visitada bem longe dos sítios arqueológicos - no centro da capital gaúcha.
Trata-se da "Sala Missioneira", compartimento do Museu Júlio de Castilhos. Lá encontra-se em exposição permanente esculturas esculpidas em madeira pelos catequizadores e pelos índios guaranis.
ESTE ARTIGO NÃO PODE SER REPRODUZIDO SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA.

Nossa Senhora da Conceição com feições indígenas
ESTE ARTIGO NÃO PODE SER REPRODUZIDO SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA.
A arte Missioneira tem sua raiz em movimentos artísticos europeus (Renascimento e principalmente o Barroco). Mas vão além de ser mera reprodução estrangeira: o pitoresco fica por conta das feições indígenas atribuídas às figuras religiosas (destaca-se neste quesito a imagem de Nossa Senhora da Conceição) e também ao conteúdo profano, revelando integração com a natureza (destacando-se o curioso banco zoomorfo).
ESTE ARTIGO NÃO PODE SER REPRODUZIDO SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA.

Banco zoomorfo, acervo do Museu Júlio de Castilhos
ESTE ARTIGO NÃO PODE SER REPRODUZIDO SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA.
Outra curiosidade fica por conta dos compartimentos esculpidos na parte de trás de algumas imagens. Este espaço serviria para os Jesuítas depositarem suas riquezas a salvo dos constantes saques - e também para facilitar a secagem da madeira, evitando que as peças rachassem. Esse tipo de compartimento - que pode ser observado na imagem de 1,87m de altura de São Francisco Xavier - deu origem à expressão "santo do pau oco".
ESTE ARTIGO NÃO PODE SER REPRODUZIDO SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA.

ESTE ARTIGO NÃO PODE SER REPRODUZIDO SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA.
Há de curioso ainda, o uso de imagens articuladas. Supõe-se que serviriam para encenações. No Museu, encontramos a imagem esculpida de uma anta, com a cabeça articulada. Entende-se, pela simplicidade das formas, que tenha sido esculpida inteiramente por um índio guarani catequizado.
ESTE ARTIGO NÃO PODE SER REPRODUZIDO SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA.
O Museu Júlio de Castilhos fica próximo à Catedral Metropolitana de Porto Alegre, na Rua Duque de Caxias, 1205.
ESTE ARTIGO NÃO PODE SER REPRODUZIDO SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA.
Texto: Jorge Luís Stocker Jr.
Imagens: Elis Regina Berndt

ATENÇÃO - ATENÇÃO - ESTE ARTIGO NÃO DEVE SER REPRODUZIDOS SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA.

Leia também:

- Site do Museu Júlio de Castilhos, com imagens e descrição completa do acervo

- Conteúdo completo sobre as Missões

- Breviário das Terras do Brasil - Luiz Antonio de Assis Brasil (romance) - Conta a história de um índigena missioneiro resgatado de uma tempestade. Levado ao Rio de Janeiro, é julgado pelo Tribunal da Inquisição devido às feições indígenas esculpidas em suas imagens sacras.

Um comentário:

  1. ja conferi essa exposição. Totalmente recomendável mesmo!

    ResponderExcluir

Atenção: nos reservamos o direito de não aprovar comentários agressivos, difamatórios ou anônimos.

OS COMENTÁRIOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES E NÃO EXPRESSAM O POSICIONAMENTO DO DZEITRS